Ambiente e Aprendizado

junho 25, 2011 § Deixe um comentário

Ambiente do aprendizado

O ambiente exerce uma enorme influência no aprendizado (é formado pelas relações com a natureza e relações sociais e morais das pessoas que convivem nele). Determina a maneira como quem aprende se relaciona com o que aprendeu.

Se o ambiente impõe um único tipo de comportamento, gera o aprendizado por acomodação. Quem aprende por acomodação dificilmente analisa ou contesta o que aprendeu, apenas replica.

Já quem aprende percebendo o ambiente e m que convive e consegue se adaptar a ele, gera o aprendizado por assimilação. Geralmente quem aprende por assimilação transforma o ambiente onde está, porque procura o entender primeiro para depois buscar meios de melhorá-lo.

O aprendizado dos adultos acontece muito mais pelas oportunidades e circunstâncias do que por um passo a passo pré-definido.

O que motiva um adulto a aprender é a noção de utilidade que aquele conhecimento possa ter. Antes de “ensinarmos” qualquer coisa, é preciso inspirar as pessoas a repensarem as verdades que aprenderam em algum momento da vida e nunca mais questionaram. Temos que desaprender algumas coisas para abrir espaço para aprender outras.

Nesse momento “para quê?” vale mais do que “por quê?”. Quem ignora esta máxima está se arriscando a ter um bando de adultos completamente desinteressados no conhecimento que se quer passar ou na pior hipótese, irritados por estarem perdendo tempo.

Anúncios

Translearning (parte 2)

junho 5, 2011 § 1 comentário

PARA IMPLEMENTAR      

O que deve ser feito na hora de implementar o translearning é evitar o efeito “muda-tarefa” na aprendizagem. Para isto, utilizar a força do aprendizado informal no ambiente formal é essencial.

Como vem sendo estudado e discutido em diversos locais, não há um único jeito de se fazer. O que vale é adaptar as melhores práticas a sua realidade.

Foi o que fizemos. O processo abaixo leva em consideração inúmeros outros processos, inclusive o de desenvolvimento de comic books. O que é preciso levar em consideração aqui são as etapas propostas.

Idéia / conceito /propósito: é o momento em que a idéia do projeto é concebida (o que será usado como trama para linkar os assuntos). É aqui que também deve ser feita a definição do propósito do aprendizado.

Planejamento mídia / aprendizado: aqui é a hora de fazer a definição da forma, das mídias que serão usadas e a timeline.

Estruturação (story crafting) e criação da narrativa (storytelling): este é um momento importante, é onde se faz a estrutura e desenvolvimento da história que será utilizada para passar o conteúdo necessário.

Desenvolvimento (materiais de aprendizado): hora de colocar a mão na massa e fazer o desenvolvimento da história nas midias definidas. A integração na plataforma educacional é feita neste momento, mas testes devem começar bem antes (a sugestão é já no planejamento mídia/aprendizado) para evitar surpresas desagradáveis de incompatibilidade.

Intructional Scaffolding: é literalmente construir um andaime, uma estrutura de suporte ao aprendizado para dar sustentação à implementação (tipo chat, fórum de discussão, etc.).

FECHANDO O PAPO        

Quando algo novo aparece, em um primeiro momento fica difícil imaginar acontecendo. Quando algo muito, muito novo aparece, essa incerteza é dobrada. É nesse estágio que o translearning está hoje.

Mas uma coisa é possível afirmar: o aprendizado baseado na construção do conhecimento vai substituir o simples repasse de conhecimento. Isto, na minha visão, é um fato e explico o motivo.

A forma de se relacionar, pesquisar, interagir com o conhecimento mudou. É muito mais colaborativo. Basta ver o sucesso de redes sociais e wikis. Isso não vai parar e uma hora ou outra, vamos ter que repensar a maneira como “ensinamos”.

A maneira de aprender está mudando e quando ela efetivamente mudar, quem deixar para pensar no assunto só aí, vai estar muito, mas muito atrás em termos de geração de produtividade, propriedade intelectual e lucratividade. Lembre-se que estamos na idade do conhecimento e esse não é só um termo para livro de história.

Onde estou?

Você está atualmente visualizando os arquivos para junho, 2011 em Marcelo Tibau.