5 dicas para estimular a criatividade em ações educacionais

março 20, 2015 § Deixe um comentário

creativityclass

Tornar a ação educacional (ou a aula) mais criativa, não gera tanto trabalho quanto se pode imaginar. Na verdade o deixa mais prazeroso para todos. As dicas foram compiladas pela organização Edudemic e foram motivadas pela constatação de que desenvolver uma habilidade específica não é mais suficiente, ao passo de que desenvolver a criatividade (e de quebra a habilidade de adaptação) é o que prepara um estudante para a “vida depois da escola” (reforçando que o foco da Edudemic é a educação básica).

Se ainda não estiver convencido da necessidade, saiba que a palavra “criativo(a)” foi o terceiro termo mais utilizado no site Linkedin nos 2 últimos anos (só ficou atrás de “responsável” e “estratégico”).

1. Não limitar exercícios a um único formato: apenas indique o assunto, deixe que definam como o assunto será apresentado. Alguns podem ser mais criativos desenvolvendo um vídeo ou uma história em quadrinhos do que uma redação.

2. Disponibilize mais tempo para a criatividade: aqui vale a conhecida máxima de Pareto (80/20), deixe a maior parte do tempo dedicada a encorajar os “alunos” a explorar novas ideias. Atenção, é necessário disponibilizar alguma ferramenta (crayons, argila, notebook, tablet ou acesso à biblioteca ou internet).

3. Use a tecnologia para alargar a visão do conteúdo: saber usar as ferramentas tecnológicas é tão importante quanto criatividade. Que tal ensinar pesquisa via site de buscas ou misturar história e geografia em uma navegada pelo Google Maps? Estimule que tomem a liderança no próprio aprendizado sugerindo que façam blogs ou vídeos a respeito dos assuntos estudados. Um bom exemplo vem dessa escola estadual em Campo Grande, MS: http://eearthurvdias.blogspot.com.br/

4. Apresente materiais não-convencionais de aprendizado: revistas em quadrinhos, pinturas conhecidas, operas, etc. podem ser excelentes materiais de aprendizagem. Basta conectá-los adequadamente com o conceito/conteúdo que se quer passar.

5. Encoraje o debate: debate gera engajamento e envolvimento com o tópico debatido. Não e à toa que é usado desde a antiguidade como método de ensino. Para quem quiser utilizar o debate socrático, fica a dica de um vídeo exemplificativo (https://www.teachingchannel.org/videos/bring-socratic-seminars-to-the-classroom ).

Tirando a questão do acesso à internet, o restante é basicamente offline. Minha sugestão é não se deixar desmotivar por conta de infraestrutura, boa parte dos próprios alunos (independente da classe social) possui alguma forma de acesso online, utilize o que estiver disponível, mesmo que seja pessoal e não institucional.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento 5 dicas para estimular a criatividade em ações educacionais no Marcelo Tibau.

Meta

%d blogueiros gostam disto: