7 dicas para ajudar a revisar o seu texto

agosto 4, 2015 § 2 Comentários

Sejamos sinceros, revisar o que escrevemos pode ser bastante trabalhoso e chato, embora extremamente necessário. Recentemente passei por esta “gincana” ao revisar as provas para o meu livro – permitam-me o “jabazinho”, chama-se “Conexão do Conhecimento: conectar para gerar ideias, inovações e aprendizado”, informarei melhor quando o lançamento se aproximar – e sei o quão extenso o processo pode ser.

Felizmente há modos de tornar esse processo menos penoso e mais produtivo. Funcionou para mim, pode ser que ajude outros também.

1. Fique “ligado” nos erros que mais comete

Todos temos nossos pontos fortes, entretanto também temos nossos fracos e são estes que levam à recorrência de erros. Por exemplo, se grafia não for a sua melhor habilidade, muito provavelmente seu texto terá várias palavras transcritas de forma errada. Por isso é importante ter consciência dos erros que mais cometemos para poder redobrar a atenção ao buscá-los quando revisarmos o que escrevemos. Sempre vale a pena dar aquele “polimento” nestas áreas mais problemáticas.

2. Lembre-se que uma revisão envolve várias etapas e não apenas uma leitura rápida

Para ser capaz de encontrar múltiplos erros e ter certeza de que o que escreveu está claro e conciso, é preciso revisar algumas vezes. Sugiro que “quebre” o processo em sessões de revisão, de modo a não ficar sobrecarregado pela tarefa e perder pontos cruciais. No meu caso, dedicava 1 hora ou 1 hora e meia diária a cada capítulo. Isto me deu a oportunidade de realizar a tarefa com qualidade sem deixar de lado as outras coisas que precisava fazer. Entendo que sempre há um prazo de entrega e que ele nem sempre permite que se “gaste” tanto tempo em algo (eu também tinha o meu “deadline” para entrega), mas é uma questão de “gerenciamento do tempo”, não sou muito fã do termo, mas algumas vezes ele é correto. De qualquer forma, tenha em mente que revisão é um processo que não pode (ou não deve) ser apressado, mas vale a pena todo o tempo e esforço colocado nele. De qualquer forma, fique de “olho” no prazo.

3. “Apare” as frases longas para torná-las concisas

Um dos meus interesses pessoais é a jardinagem e este hobbie me ensina algumas coisas que aplico ao meu dia a dia. Para que a planta cresça mais forte, aparar é fundamental. O mesmo acontece com o texto. Preste atenção não apenas ao que está escrito, mas também à forma como é apresentado. Um dos grandes problemas que longos blocos de textos trazem é a sobrecarga cognitiva. Por isso, minha dica é que mantenha “as coisas” curtas e simples. Sentenças muito longas ou abundância de informação podem confundir o leitor. Sentenças mais curtas tornam um texto mais digerível e recomendo usá-las (a não ser que você tenha a intenção de se eleger um dia para a Academia Brasileira de Letras).

4. Leia o conteúdo em voz alta

Quando revisar o seu texto, leia-o ao menos uma vez em voz alta. Algo que em um primeiro momento pode parecer bom na tela do computador, pode ser na verdade confuso e ambíguo quando lido em voz alta. Isso pode ajudá-lo a garantir que o conteúdo flua bem e que o ritmo seja suave.

5. Não confie na verificação ortográfica para pegar todos os erros

As ferramentas de verificação automática de ortografia ajudam a “adiantar o seu lado”, mas não substituem uma revisão cuidadosa. É preciso passar o chamado “pente fino” para poder realmente reduzir a possibilidade de erros ortográficos e gramaticais.

6. Deixe o projeto “de lado” antes da última leitura

É preciso colocar alguma distância entre você e o seu texto. Há um ditado que diz que “quem escreve não deveria revisar”, esta é uma “meia-verdade” ou uma “mentira sincera” (como diz a letra do Barão Vermelho). É impossível evitar revisar o que escreveu pelo simples motivo de que é você quem sabe o que realmente queria passar. Mas é preciso também “descansar” o seu olhar para que possa ter a possibilidade de perceber algo que deixou “de lado” em leituras anteriores.

7. Não espere até o dia do prazo final

Sei que já comentei a respeito do prazo no ponto 2, mas nunca é demais reforçar. Para aqueles que têm a tendência de esperar até o último minuto, esta dica é, digamos, desafiadora. Esperar até o dia do prazo para finalizar a sua revisão é dar “chance ao azar”. A possibilidade de “deixar passar” erros é grande, além de ter que lidar com estresse e preocupação desnecessários. Tente finalizar pelo menos “um par de dias antes” (como diz um amigo português meu). Isto permitirá que você possa “dar uma olhada” uma última vez antes de enviar. Por exemplo, escrevo estes posts 1 ou 2 dias antes de publicá-los. Isto me dá a oportunidade de “cuidar” um pouco mais do que escrevo.

Disponibilizar o tempo e a atenção necessários à revisão ajuda a assegurar que o que você oferece ao seu “leitor”, usando a linguagem corporativa, é algo com mais “valor agregado”. E saber que tipo de erro procurar pode ajudar a tornar o seu processo de revisão menos estressante e mais produtivo. Boa escrita e revisão.

Anúncios

Marcado:, ,

§ 2 Respostas para 7 dicas para ajudar a revisar o seu texto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento 7 dicas para ajudar a revisar o seu texto no Marcelo Tibau.

Meta

%d blogueiros gostam disto: