Edtech – feedback e portfólio digital

outubro 16, 2015 § Deixe um comentário

Um dos pontos comuns a respeito de técnicas de liderança – quem já atuou em algum posto gerencial e teve a oportunidade de participar de um curso destes pode atestar – é a importância de prover feedback para seus liderados de tempos em tempos. Sua maior força é dar a possibilidade de quem o recebe de melhorar (ou se orgulhar do trabalho bem feito). Feedback é a típica atitude com amplo impacto em diferentes ambientes e situações. Pode ser usado tanto em um ambiente corporativo quanto em ambientes mais pessoais como dentro de casa, no futebol entre amigos ou na academia de ginástica. Pode também ser usado (e bem) na sala de aula.

Google Docs, screencasts (quem convive com alguma criança de adora minecraft certamente conhece bem o conceito), Evernote, enfim, há inúmeras ferramentas que podem ser usadas para prover feedback à aprendizes mantendo, entretanto, o “embalo” do aprendizado.

Pesquisadores da Universidade de Chicago recomendam o uso do feedback por áudio ou vídeo para otimizar o engajamento dos aprendizes. Consideram mais eficiente do que o modelo tradicional, por escrito, por algumas razões, entre elas:

  • Estudantes reportaram ao estudo realizado pela Universidade, achar o feedback por vídeo mais pessoal e informativo;
  • A novidade que envolve o tipo de feedback (por vídeo) e o Efeito Hawthorne[1] que o acompanha, ajuda a estimular o engajamento de quem o recebe;
  • A forma “multimodal” do vídeo oferece mais vantagens aos aprendizes mais audiovisuais do que a forma “unimodal” do feedback escrito.

Além do feedback, a “era digital” também facilitou a curadoria do que é produzido pelos aprendizes. Esta aliás, é uma das peças-chave para estimular o engajamento de quem aprende: dar a eles a responsabilidade pelo que criam. Os portfólios digitais desempenham um bom papel na hora de encorajar o compartilhamento de tarefas educacionais. A importância do seu uso está baseada na disponibilização da “evidência” do aprendizado.

As melhores ferramentas para estimular a performance são aquelas que permitem compartilhamentos e comentários não apenas dos pares, mas de outros “personagens” como professores e pais, no caso de estudantes, por exemplo. Nisto, os portfólios digitais cumprem maravilhosamente bem a função por conterem uma ampla gama de informações que capturam, na maioria das vezes adequadamente, a versatilidade da pessoa. As informações em portfólios digitais podem também ser disponibilizadas em uma variedade de mídias como textos, fotos, ilustrações, diagramas, material da web, arquivos de áudio, vídeos, planilhas e apresentações do PowerPoint, o que estimula o uso de múltiplas-inteligências.

Existem diversos softwares e apps que podem ser usados (uma rápida pesquisa no Google pode atestar). Para quem não está familiarizado com o conceito de portfólio digital, recomendo checar o Troove, por ser bastante utilizado em escolas norte-americanas e canadenses e amigável no uso.

[1] O chamado “Efeito Hawthorne” é um tipo de reação psicológica em que indivíduos modificam ou melhoram seu comportamento ao saberem que estão sendo observados. McCarney R, Warner J, Iliffe S, van Haselen R, Griffin M, Fisher P; Warner; Iliffe; Van Haselen; Griffin; Fisher. “The Hawthorne Effect: a randomised, controlled trial”. BMC Med Res Methodology. 2007.

Anúncios

Marcado:, , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento Edtech – feedback e portfólio digital no Marcelo Tibau.

Meta

%d blogueiros gostam disto: